Delegada elucida caso e revela que bebê de 4 meses chegou morta à UPA do Aracy

Segundo a delegada, a mãe explicou que somente depois que acordou percebeu que a bebê não estava mais respondendo aos estímulos que ela lhe dava.

09/10/2017 18h38 - Por: saocarlosemrede.com.br

Delegada elucida caso e revela que bebê de 4 meses chegou morta à UPA do Aracy
Delegada Denise Gobbi Szakal da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM)

A delegada Denise Gobbi Szakal revelou que a morte de uma bebê de quatro meses ocorrida no dia 24 de março no Cidade Aracy em sua opinião foi uma fatalidade. Ela explicou que a investigação mostrou que a criança chegou morta até a UPA do Aracy, hoje fechada pela Prefeitura por falta de médicos. “A criança já chegou morta, o laudo do IML mostra que aconteceu uma asfixia, uma sufocação indireta, em razão de um peso colocado em seu tórax”, relatou.

Denise salientou: “Poderia ser o caso de alguém propositadamente ter apertado o tórax da criança ou então de uma pessoa que colocou essa criança na cama, acabou dormindo e rolando sobre ela!”

A mãe da bebê foi novamente convocada a depor na Delegacia de Defesa da Mulher (DDM). Segundo a delegada, a mãe confessou que colocou a criança na cama e provavelmente acabou se deitando em cima da bebê. “Eu perguntei o porquê ela não havia dito a verdade desde o início e a moça me explicou que estava com muito medo e que hoje convive com uma sensação de culpa e que jamais quereria que isso acontecesse com a própria filha”, informou. “Quando ela acordou a criança estava sem sinais, ela deve ter rolado por cima da criança e provocado à morte”, emendou.

Segundo a delegada, a mãe explicou que somente depois que acordou percebeu que a bebê não estava mais respondendo aos estímulos que ela lhe dava.

Denise explicou que não ofereceu denúncia contra a mãe e que solicitou ao magistrado que receber o caso o perdão judicial para a mulher, pois ela entende que não houve crime. Mesmo assim, o juiz pode querer processar a mãe por homicídio culposo, quando não há a intenção de matar. “Eu entendo que é uma fatalidade, apesar de ser um homicídio culposo adianto que existe o perdão judicial, por isso encaminhei o caso sem indiciamento para que o juiz decida se ela será ou não indiciada ou se será aplicado o perdão direto”, finalizou.

   

O caso

Bebê de tres meses morre apos familia buscar socorro na upa do aracy

Fotos

Últimas notícias de São Carlos

Página 1 de 217